Você está aqui: Página Inicial Dossiê Técnico

Conversão de equipamentos residenciais a gás

Resumo

Com a tendência de disponibilização do gás natural (GN) para os setores residencial, comercial e industrial, as instalações e os equipamentos a gás necessitaram de adequações para funcionarem com este ?novo? combustível. Para tanto, as instalações e os equipamentos residenciais (fogões e aquecedores) precisam ser convertidos para o uso deste gás. Uma conversão consiste em redimensionar as tubulações de distribuição e substituir alguns acessórios destes equipamentos tais como: injetores, registros de gás e fontes de ignição, bem como ajustes na pressão de alimentação. Após a conversão, estes equipamentos devem apresentar os índices de eficiência energética estabelecidos pelo Ministério de Minas e Energia atendendo a regulamentações específicas para este setor. Além do atendimento a prerrogativa da eficiência energética é necessário garantir que os níveis de emissão de poluentes estejam abaixo dos valores prejudiciais à saúde e segurança dos usuários. Num mundo em que, cada vez mais, as atenções estão voltadas para a preservação do meio ambiente, o gás natural apresenta versatilidade e economia suficientes para salvaguardar seu lugar estratégico como alternativa energética no mundo atual.

Assunto

Fabricação de fornos industriais, aparelhos e equipamentos não-elétricos para instalações térmicas, peças e acessórios

Palavra(s)-chave

Análise de gás; aquecedor a gás; eficiência energética; fogão; forno a gás; gás liquefeito do petróleo; gás natural; GLP; GN; legislação; lei

Instituição Responsável

SENAI/RS - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Código do Dossiê

53

Data do Dossiê

11/04/2011

Download do Arquivo

Arquivo

Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas
Este sítio possui os direitos reservados © 2009-2009 pelo SBRT