Você está aqui: Página Inicial Dossiês Técnicos

Dossiês Técnicos

Fabricação de geleias

A publicação deste dossiê tem por finalidade fornecer subsídios para os empresários de pequeno e médio portes interessados no aproveitamento de frutas. Trata-se de uma adaptação do “Manual para Fabricação de Geleias” publicado pela Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais - CETEC em 1985, onde são apresentados dados gerais sobre os componentes do doce, informações sobre a formação do gel, metodologia de processamento, embalagem e relação dos principais defeitos que podem ocorrer no produto.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Fabricação de geleias

A publicação deste dossiê tem por finalidade fornecer subsídios para os empresários de pequeno e médio portes interessados no aproveitamento de frutas. Tratase de uma adaptação do “Manual para Fabricação de Geleias” publicado pela Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais - CETEC em 1985, onde são apresentados dados gerais sobre os componentes do doce, informações sobre a formação do gel, metodologia de processamento, embalagem e relação dos principais defeitos que podem ocorrer no produto.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

As condições de falta de segurança dos andaimes como fonte potencial de risco de quedas na construção civil

As quedas em altura, na maior parte dos casos associadas à utilização de andaimes, são a principal causa de acidentes na indústria da construção civil. A correta especificação e montagem dos andaimes, bem como a inspeção constante das condições de utilização e a conscientização do trabalhador, deve ser a principal estratégia para o controle dessas causas. Dessa forma, esse dossiê visa alertar aos empresários construtores a real situação dos andaimes, atualmente utilizados na construção civil, como fonte potencial de risco de quedas.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Técnicas avançadas de cultivo de cogumelo

Apresenta informações para produtores e funcionários de estações de cultivo interessados em ampliar seu conhecimento sobre as diferentes etapas de cultivo, mercado e exportação; profissionais e estudantes relacionados ao agronegócio.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Cultivo de cogumelos comestíveis

Os cogumelos são alimentos de grande valor nutritivo, contendo poucas colorias, muitas fibras e propriedades tonificantes. Cresce em todo o mundo a valorização de alimentos livres de pesticidas, metais pesados e de origem não transgênica e, além disso, que apresentem algum tipo de benefício medicinal, ou seja, alimentos que possuam princípios ativos que previnam doenças. Neste contexto os cogumelos comestíveis e medicinais são exemplos destes alimentos. Várias pessoas com diabetes, estresse, distúrbios gástricos, hepatite crônica, arteriosclerose, osteoporose, envelhecimento e doenças que diminuem a atividade protetora do sistema de defesa vêm utilizando o chá, cápsula, o extrato concentrado ou pedaços desidratados em sopas ou molhos de cogumelos como fortalecedores do organismo. Este trabalho tem como foco o cultivo convencional do Lentinula edodes “shiitake”, Agaricus bisporus “champignon de paris” e Agaricus blazei “cogumelo do sol”; técnicas de cultivo; produção de inóculo ou “semente”; preparo do composto; colonização do composto; formas de cultivo; preparo da camada de cobertura; colheita e processamento; cuidados com contaminações e cultivo em ambiente protegido.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Tecnologia de fabricação de charque

O charque é um alimento ligado à história da cultura brasileira e enraizado nos hábitos alimentares do povo, produto de alto valor nutritivo, obtido por desidratação da carne bovina, através de salga, e exposição ao sol, preservando-se por longo tempo em condições ambientais. É também conhecido como carne seca, carne do sertão ou jabá. Neste dossiê será apresentado sua definição, tecnologia de fabricação, suas características, rendimento, embalagem, comercialização e controle de qualidade deste produto.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Sorvetes

O presente dossiê tem por objetivo apresentar os processos artesanal e industrial de fabricação de sorvete, abordando: instalações necessárias, legislação sanitária, embalagem e acondicionamento, APCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle) e BPF (Boas Práticas de Fabricação).

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Defumados de ovinos e caprinos

Instalações para o processamento, aplicação do processo de higienização, fluxo de processamento do lombo, costela, lombinho defumado, tender, carré, costeleta defumada, embalagem e armazenamento.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Sistemas de acondicionamento para própolis

Sistema de acondicionamento para própolis levando em consideração as exigências do Ministério da Saúde e soluções atuais com inovações tecnológicas para que o produto não sofra ação de agentes externos, aumentando o prazo de validade e melhorando as condições de consumo. Indicação de embalagem, rótulo e vasilhame para acondicionar o produto, determinando a forma de dosagem e informações pertinentes dos dados que comporão a embalagem de transporte e de consumo.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Produção de semente de cogumelo

Informa sobre a produção de semente de cogumelos comestíveis e medicinais.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Tecnologia de fabricação de carne de sol

A carne-de-sol é um produto cárneo levemente salgado de rápida perecibilidade tradicionalmente consumido pela população brasileira principalmente da região nordestina. Apesar do conhecimento da existência do produto desde o século passado, infelizmente pouco se conhece em relação às transformações que ocorrem durante o seu processamento ainda baseado em técnicas artesanais. O presente trabalho visa apresentar a definição, matéria prima, tecnologia de fabricação, características, rendimento, conservação, utilização e controle de qualidade do produto.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Industrialização de coco - beneficiamento (produção de coco ralado e leite de coco)

Instalações para o processamento, aplicação do processo de higienização, fluxo de processamento do coco ralado e do leite de coco, embalagem, condições de conservação e armazenamento.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Abate e corte de caprino e ovino

Processo descritivo do fluxo de abate de caprino e ovino com detalhamento anatômico topográfico regional dos músculos - cortes comerciais – (cortes de carne) para melhor aproveitamento no processo de beneficiamento e consumo alimentar.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Cultivo comercial de palma de Santa Rita (Gladiolus sp. tourm)

São apresentadas informações sobre uma das principais espécies de flores de corte no Brasil, de fácil cultivo em campo aberto, baixo nível tecnológico e alta aceitação de mercado, destacando-se aspectos culturais, adubação, espaçamento, pragas, doenças, colheita, post colheita e transporte.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Cultivo do cogumelo do sol

Orientações de cultivo do “cogumelo do sol”

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Melado e açúcar mascavo

O documento aborda a cana-de-açúcar, as etapas do processo produtivo do melado e do açúcar mascavo, principais equipamentos, rotulagem e algumas legislações pertinentes.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Melhoria da qualidade do queijo minas artesanal

O queijo Minas é produzido no Brasil desde o período colonial, sendo que sua fabricação se originou no Estado de Minas Gerais, com procedimentos caseiros desenvolvidos, principalmente, na cidade do Serro e na região da Serra da Canastra. Hoje, a produção do queijo Minas artesanal, a partir de leite cru, é uma atividade tradicional de vários municípios mineiros e exerce grande importância para a economia e identidade sociocultural do Estado, além de ser a principal atividade geradora de renda das famílias destas regiões. A técnica de fabricação do queijo Minas artesanal foi registrada no Livro dos Saberes, em agosto de 2002, como primeiro patrimônio imaterial de Minas Gerais pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG. Portanto, são fundamentais os projetos de apoio técnico que veem sendo desenvolvidos pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (EMATER/MG), Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), visando a melhoria da qualidade e segurança alimentar desse produto ao consumidor. Sendo assim, neste documento será abordado o processo de fabricação do queijo Minas artesanal com base nos princípios das boas práticas de fabricação (BPF). A implementação das BPF na produção dos queijos artesanais tem como objetivo prevenir contaminações neste alimento. Este método, que é embasado em princípios técnicos e científicos, possibilita um controle da produção dos queijos desde a obtenção da matéria-prima até o consumidor final

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Cultivo e aproveitamento do baru

O dossiê aborda informações sobre a possibilidade do aproveitamento do fruto do Cerrado baru (Dipteryx alata) para fins alimentícios, industriais, medicinais, etc. São informados os aspectos botânicos deste fruto, como realizar o cultivo e as formas de processamento e beneficiamento.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Alternativas metodológicas e tecnológicas para a restauração ecológica de pilhas de rejeito de rochas ornamentais.

Neste documento são abordadas técnicas inovadoras para a restauração ecológica de áreas degradadas indicando novos usos para os resíduos da extração e beneficiamento de rochas ornamentais. São apresentados detalhes de como é feito o planejamento para a restauração, a escolha das espécies vegetais, a coleta e beneficiamento dos frutos e sementes, além do plantio das mudas.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Cultivo e aproveitamento do sisal (Agave sisalana)

O sisal (Agave sisalana) é conhecido por ter a maior fonte de fibras duras do mundo. É a espécie cultivada de maior predominância; em média, cada planta é capaz de produzir anualmente entre 20 a 40 folhas, durante um ciclo vegetativo de 8 a 10 anos, com uma produção total de 180 a 250 folhas aproveitáveis sob o ponto de vista industrial. A fibra das folhas é destinada a indústria de cordoaria (para cordas, cordéis, tapetes, capachos, outros); também é excelente matéria-prima para a fabricação de celulose, papéis finos e indústria farmacêutica. Como subprodutos destacam-se acetona, alcatrão, amônia, cera, clorofila, outros. O dossiê abordará as formas de cultivo do sisal, a importância social e econômica da cultura sisaleira, aproveitamento das fibras pela polução e indústrias da região semiárida do Brasil.

Acesse agora e veja o dossiê completo.

Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas
Este sítio possui os direitos reservados © 2009-2009 pelo SBRT